ACIC Chapecó sedia reunião plenária regional da Facisc




Os investimentos em infraestrutura no Estado e na região oeste foram apresentados em reunião plenária regional oeste da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), na última semana. O encontro foi sediado pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e reuniu, de maneira online, presidentes, diretores e secretários executivos das entidades da região.

A infraestrutura regional foi o principal tema da reunião, com explanação do secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira. Ele informou que desde 2019 são feitas revisões de contratos, enxugamento da máquina pública e digitalização de processos, o que resultou ao Governo do Estado uma economia estimada em mais de R$ 630 milhões todos os anos. Os recursos estão sendo utilizados para executar obras, elaborar projetos, qualificar serviços, quitar dívidas antigas, apoiar os municípios e valorizar os servidores públicos das áreas essenciais.

De acordo com o secretário, o planejamento é investir, até o fim de 2022, R$ 5 bilhões em infraestrutura. “Estamos atuando em três dimensões: logística, integração regional e desenvolvimento dos municípios e turismo. Obras estruturantes são prioridade, mas sabemos que não dá para resolver tudo ao mesmo tempo”, expôs, ao acrescentar que além de rodovias, estão sendo feitos investimentos em aeroportos e planejamento para construção de ferrovias. “Na primeira quinzena de dezembro deve ser lançado um edital para contratação de empresa para fazer projeto de uma ferrovia que ligue o oeste ao planalto e, após, ligação à malha nacional”.

Quanto às rodovias, Vieira comentou que foi feito um projeto estadual e que em dezembro devem ser lançadas todas as obras planejadas. “À medida que os projetos ficam prontos, estamos fazendo as licitações para as obras”, frisou. O secretário exemplificou os investimentos ao citar que para a BR-163, entre São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira, mesmo sendo uma rodovia federal, o Estado já destinou mais de R$ 100 milhões e para Chapecó foram R$ 180 milhões. “Estamos destinando recursos para municípios grandes, médios e pequenos”, salientou.

As obras podem ser acompanhadas pelos sites https://www.projeta.sc.gov.br/ e https://portal.crea-sc.org.br/governo-do-estado-book-referente-ao-programa-sc-mais-mobilidade/.

O presidente da ACIC, Nelson Akimoto, fez um breve relato das ações da entidade, destacando o formato inovador da eleição do Empresário do Ano, realizada na última semana, e a criação do Portal Social (https://portalsocialacic.com.br/). “Com a pandemia, tivemos que ser muito criativos. Conseguimos elaborar uma agenda positiva, com ações para a classe empresarial e para a comunidade, mantendo a tradicional cobrança para melhorias, como as de infraestrutura”, sublinhou.

Para o vice-presidente regional da Facisc, Milvo Zancanaro, 2021 foi um ano produtivo, no qual as Associações Empresariais se reinventaram e deram sequência às atividades, mesmo com as dificuldades da pandemia. “Em 2022, esperamos todos fortes e atuantes para fazer o associativismo catarinense ainda maior”, enfatizou.

No encontro, também foram apresentados os serviços oferecidos pela Facisc e feito o relato da entrega dos pleitos de todas as regiões de Santa Catarina, na última semana, aos deputados federais e senadores, durante a reunião do Fórum Parlamentar, realizada na sede da Facisc. Cada vice-presidente regional selecionou com as suas ACIs as necessidades prioritárias para elencar aos parlamentares. Confira no site www.vozunica.com.br as reivindicações entregues.