A gente não parou, afirma presidente da Acislo sobre início de 2021




Mantendo e respeitando todos os protocolos de segurança, a diretoria da Associação Empresarial e Cultural de São Lourenço do Oeste (Acislo) realizou, na noite desta segunda-feira (26), a última reunião ordinária do mês de abril. Além de avaliar ações e atividades já realizadas, o grupo tratou, discutiu e projetou questões futuras. Entre os destaques, eventos em comemoração ao Dia da Mulher e uma missão empresarial, ambos previstos para o mês de maio.

Ao destacar que hoje os encontros são realizados a cada 15 dias, o presidente da associação, Deni Luciano Boito, explica que o grupo trata, entre outras coisas, da rotina da associação, pleitos e demandas dos associados e questões estratégicas que implicam no desenvolvimento econômico e na melhoria da infraestrutura do município e da região. “Estamos num ritmo acelerado. Atividades, ações e assuntos são pautados diariamente”, disse concluindo que há um esforço em prol da normalidade.

Segundo o presidente, com a campanha de vacinação e a redução dos riscos em relação a Covid-19, o segundo semestre tende a ter um volume maior de ações. “Todas as associações empresariais em nível de Estado estão trabalhando e ajustando as ações. São eventos e atividades que estavam no planejamento e já deveriam ter sido realizadas. A expectativa é que para o segundo sementes a gente tenha uma normalidade”, acredita.

Início de 2021

Questionado sobre os primeiros quatro meses de 2021, Boito resumiu: “a gente não parou”. Segundo ele, independente da situação ou condição, a associação mantém o foco e o trabalho na busca por alternativas para defender e atender os interesses e anseios dos associados. “Quando está por ser publicado algum decreto, nós, via federação, trabalhamos para que realmente seja de uma forma menos impactante para o empresariado. A grande bandeira é manter as nossas empresas em funcionamento”, disse afirmando que, salvo algumas atividades, a entidade tem tido êxito.

O presidente admite que o trabalho está aquém do planejado no início de 2020, antes da pandemia. Porém, dentro do permitido, ele afirma que a entidade está realizando o máximo de atividades para proteger e fortalecer os associados. “Sob esse ponto de vista estamos conseguindo atingir o objetivo. Uma prova disso é que o número de associados se mantém crescente”, justifica.

 

Data de publicação: 27/04/2021

Fonte: Assessoria de Comunicação Acislo