Case Geração Empreendedora: Tecnologia em impressão 3D inspira estudantes do Geração Empreendedora de São Miguel do Oeste




O uso da tecnologia da impressão 3D para expandir os limites do design, foi o ponto de partida do projeto de negócio elaborado pelas alunas Cauana Rosin e Maria Eduarda Pansera da Escola S- Sweet Place, em São Miguel do Oeste.

Participantes do Programa Geração Empreendedora, as estudantes trabalharam  com a tecnologia criando objetos de decoração com filamentos biodegradáveis e que não agridem a natureza.

As estudantes ainda estão analisando qual área irão cursar futuramente, mas já sabem que o conhecimento é imprescindível. “Adquirir conhecimento tornou-se algo mandatório. É necessário crescer neste aspecto, para mais tarde, conseguir atender as exigências do mercado de trabalho e, sem dúvidas, participar do GE serviu como oportunidade de alavancar nossas escolhas profissionais e a nossa visão sobre o mundo empresarial.

Para o multiplicador voluntário, Arthur Angonese, trabalhar com os alunos do 2o ano do ensino médio foi desafiador. “Ainda assim, os frutos colhidos foram muito bons. Os alunos puderam ter um primeiro contato com a realidade empreendedora e com os desafios que existem na elaboração e execução de um projeto (modelo de negócio).Não há dúvidas de que, a partir dessa experiência, eles puderam ter um maior contato consigo, percebendo no campo da ação quais eram suas habilidades, características e pontos a serem lapidados – e poderão aplicar os novos conhecimentos em qualquer outra área de suas vidas, tal como se deseja”, declarou.

Em sua 7ª edição o programa é realizado graças ao comprometimento de empresários voluntários ligados ao Conselho Estadual do Jovem Empreendedor (CEJESC) e ao Conselho Estadual da Mulher Empresária (CEME).