Secretaria da Agricultura reforça o apoio aos produtores rurais em Chapecó




Os programas de fomento agropecuário da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural foram o grande destaque da reunião da diretoria da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic) nesta segunda-feira, 20. O secretário Altair Silva apresentou os projetos e ações previstas para este ano às lideranças do município e reforçou o apoio aos produtores rurais da região Oeste.

“Vivemos um momento de integração do Governo do Estado com a iniciativa privada. Apresentamos os programas da Secretaria da Agricultura, principalmente as ações para levar internet para o meio rural e melhoria da energia elétrica. Além de mostrarmos os programas voltados para a reservação de água nas propriedades. Foi uma reunião muito produtiva, recebemos sugestões das entidades para fortalecer ainda mais os programas para minimizar os impactos da estiagem e preservação de nascentes”, ressalta o secretário da Agricultura Altair Silva.

Em 2021, a Secretaria da Agricultura reformulou seus programas de apoio aos produtores rurais e pescadores e prevê investir mais de R$ 340 milhões para fomentar o agronegócio catarinense e minimizar os impactos da estiagem. Os produtores e pescadores podem acessar linhas de crédito facilitado, além de programas de regularização fundiária e defesa agropecuária.

São cinco frentes de atuação: financiamentos sem juros; subvenção de juros de financiamentos contraídos junto aos agentes bancários; políticas públicas para jovens e mulheres; apoio para cuidar do solo e conservar água e apoios emergenciais. Esta é uma evolução das várias linhas disponíveis ao longo dos últimos anos.

Além disso, o Governo do Estado irá investir R$ 300 milhões nos próximos três anos para minimizar os impactos da estiagem em Santa Catarina. Este ano, serão R$ 100 milhões divididos em R$ 70 milhões para reforçar os programas de armazenagem, captação e uso de água, além de conservação do solo e recuperação de fontes e nascentes, e R$ 30 milhões para aquisição de equipamentos que darão suporte a essas ações nos municípios.

A região de Chapecó será uma das grandes beneficiadas com os projetos, já que é um grande polo produtor e um local que sofre com as recorrentes estiagens.

Novos projetos

O secretário Altair Silva destacou ainda os novos projetos que estão na pauta do Estado: melhoria da energia elétrica e, principalmente, levar internet de qualidade ao meio rural catarinense.

A intenção do governador Carlos Moisés é investir R$ 50 milhões e cobrir 20 municípios com estrutura de fibra ótica. Está em tramitação na Assembleia Legislativa um projeto de lei, elaborado pela Secretaria da Agricultura, autorizando as concessionárias ou permissionárias de distribuição de energia elétrica a compartilharem sua infraestrutura para a passagem de cabos do serviço de telecomunicação nas áreas rurais, sem nenhum custo.

As ações para levar a conectividade ao meio rural contemplam ainda investimentos para viabilizar a instalação nos municípios. Os cabos de internet passarão nas principais estradas rurais de Santa Catarina e a Secretaria da Agricultura dará o suporte para que os produtores consigam fazer a conexão com suas propriedades.