Programa Geração Empreendedora capacita alunos da Escola de Ensino Médio Victor Meirelles, em Itajaí




Alunos do primeiro e segundo ano da Escola de Ensino Médio Victor Meirelles foram selecionados para participar do Programa Geração Empreendedora, que busca despertar, estimular e orientar o desenvolvimento do espírito empreendedor e da cultura associativista, com o objetivo de formar e engajar uma geração jovem consciente, pró-ativa e capaz de transformar o cenário socioeconômico.

Ao todo, 25 alunos participam da formação que contempla quatro encontros com multiplicadores voluntários do Núcleo Jovem Empreendedor e Núcleo da Mulher Empresária, da ACII. Os conteúdos aplicados são sobre empreendedorismo, orientações para montar o próprio negócio, definição e precificação de produtos/serviços, marketing e vendas.

Nesta quinta-feira (05/05) eles irão apresentar, em grupo, o projeto de criação de uma empresa do zero, usando os conteúdos apresentados nos encontros. O encontro iniciará às 13h30 e cada grupo terá de 3 a 5 minutos para explanar sobre a empresa. Já a banca, formada por empresários voluntários, terá até 5 minutos para considerações e perguntas. O resultado será divulgado por volta das 16h, ainda na quinta-feira, quando serão conhecidos os campeões em primeiro, segundo e terceiro lugar.
Além do reconhecimento e premiação, os 10 alunos desta turma que mais se destacarem em participação e proatividade serão selecionados para passarem um dia com empresários de Itajaí. As empresas a serem visitadas serão definidas no decorrer dos encontros, conforme identificação do perfil dos alunos e aderência aos nichos de negócio. A formatura está prevista para o final do mês de junho.
Geração Empreendedora

O Programa Geração Empreendedora é uma ação 100% Associativista e voluntária, criada pela FACISC – Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina – e implantada em nossa cidade pela Associação Empresarial de Itajaí, por meio do Núcleo Jovem Empreendedor e Núcleo da Mulher Empresária, representados por Ariana Cipriani de Sá, Ândria Passos, Denise Machado, Gabriela Kelm, Jane Lazarini, Jonatas Matias, Laíza Lima Perez, Marlon Marques e William Moraes.

Todo o Programa é realizado por empresários voluntários que dedicam seu tempo para o desenvolvimento desses jovens. “Essa é uma das inúmeras iniciativas que a Associação Empresarial realiza para fomentar o empreendedorismo na cidade de Itajaí e tenho muito orgulho de ser voluntária, de estar junto com os demais nucleados orientando e incentivando esses jovens a ter esse espírito empreendedor”, declara a Presidente da ACII, Gabriela Kelm.

A Coordenadora do Núcleo Jovem Empreendedor (NJE), Ariana Cipriani de Sá se emociona quando fala do Geração Empreendedora. “A Coordenadora do Núcleo Jovem Empreendedor (NJE), Ariana Cipriani de Sá se emociona quando fala do Geração Empreendedora. “Nós temos um carinho imenso por esse projeto e estávamos ansiosos para retomá-lo. Tivemos a primeira experiência em 2019, que foi um sucesso e, depois desse hiato da pandemia, foi emocionante ver a sala cheia novamente, os olhos brilhando e a turma empolgada, dizendo que quer muito empreender. Então a gente cria um vínculo com eles, aprendendo a cada encontro e compartilhando nossas experiências e conhecimento, para despertar neles essa veia empreendedora”, explica.

Para Ademir Barbetta, diretor da Escola Victor Meirelles, “essa é uma oportunidade única para os alunos, para que iniciem uma carreira sendo empreendedores não só do próprio negócio, mas também das empresas, sendo colaboradores que se destacam pela eficiência e isso tudo graças ao talento deles e a essa parceria com a Associação Empresarial de Itajaí”.
Em Santa Catarina, o Programa está em sua 8ª edição e foi realizado em mais de 100 municípios, 189 escolas públicas e particulares, 2.104 alunos e quase 1,5 mil empresários com dedicação voluntária de cerca de 27 horas por pessoa. Em Itajaí esta será a 2ª edição do Programa que formou 17 alunos na primeira edição e possui agora 25 inscritos.

Brasil empreendedor

O número de brasileiros que pretendem abrir uma empresa nos próximos três anos aumentou 75% em 2020, chegando a 50 milhões de pessoas. Os dados são do relatório sobre empreendedorismo potencial da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizado no Brasil em parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBPQ). De acordo com a pesquisa, a pandemia do coronavírus e a alta taxa de desemprego despertaram nos brasileiros o desejo de ter um negócio próprio. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas, desde o início de 2020, os jovens brasileiros com idade entre 18 e 29 anos já representam 48,1% dos empreendedores independentes do país.

Segundo o Ministério da Economia 3,359 milhões de empresas foram abertas no Brasil em 2020 e 1,044 milhão foram fechadas. O país registrou um saldo positivo de 2,315 milhões de novos negócios abertos no período. O número de abertura de empresas no território catarinense também aumentou de maneira constante ao longo de 2021.

Santa Catarina registrou um saldo de 132.308 novos negócios no acumulado do ano até novembro, segundo o Observatório da Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc). Isto representa uma alta foi de 21,36% em novos negócios, se comparado com janeiro a novembro de 2021 com o mesmo período de 2020. Já se analisar os primeiros 11 meses deste ano com o de 2019, que não tinha a pandemia, o crescimento foi 42,42%.