Práticas de sustentabilidade são compartilhadas em encontro de Núcleos do Alto Vale




Marca registrada do associativismo, o compartilhamento de boas práticas foi exercitado nesta terça-feira (13/10) em reunião entre os representantes dos Núcleos de Gestão Ambiental da ACIB, de Gestão Ambiental da ACIBr e de Sustentabilidade da ACIRS. Na oportunidade os coordenadores dos núcleos de Sustentabilidade e Responsabilidade Social do Estado puderam conhecer as iniciativas desenvolvidas regionalmente.

Com a participação do superintendente institucional da Facisc, Gilson Zimmermann, no encontro foi apresentado o planejamento dos núcleos da região e compartilhados os cases das empresas Veolia e Mag.

Bióloga, com especialização em gestão ambiental, a gerente de desenvolvimento de negócios da empresa Veolia, Liziane Eymael, falou sobre as ações de economia circular, linear e cases da empresa em indústrias no país. “Nosso foco é valorizar os recursos utilizados para que as cidades e pessoas possam se desenvolver de maneira sustentável”, relatou.

Coordenadora do Núcleo de Sustentabilidade de Rio do Sul, Priscila Rachadel, compartilhou o case da empresa Mag, uma Indústria Catarinense de Embalagens de Papelão.

Há 10 anos no mercado de papel, a empresa tem um posicionamento jovem e a responsabilidade social não apenas como um conceito, mas como algo estratégico. “Não há como falar de produto sem falar em design consciente de produto. Estamos atentos a tendência de mercado como, por exemplo, o e-commerce que se destacou principalmente na pandemia. Vimos que as micro e pequenas empresas são um grande número e mudamos o foco para investir em sustentabilidade e atender especialmente estes estabelecimentos menores. Temos um processo limpo onde usamos 100% do papelão reciclável e reciclado e este é o nosso diferencial”, relatou Priscila.

Na avaliação da coordenadora de projetos especiais da Facisc, Adelita Adiers, a agenda foi muito propositiva, pois além de demonstrar todo o engajamento gerado pelo associativismo trouxe temas relevantes para a sustentabilidade das empresas, como a economia circular, tema que merece destaque e atenção na estratégia dos negócios, fechando com o case da Mag que demosntra como a sustentabilidade pode ser traduzida em estratégia sustentável desde a concepção dos negócios. “Incentivamos que as boas práticas sejam compartilhadas pois muitas das ações que são realizadas nos municípios podem ser estadualizadas a partir da Federação. Um bom exemplo é o grupo formado pelos núcleos de sustentabilidade e responsabilidade social que se reúnem periodicamente”, relata Adelita.