Núcleo empresarial de Içara lança terceira edição do Negócio de Mulher




Desenvolver, acreditar e inspirar serão os propósitos da terceira edição do Negócio de Mulher. O encontro regional promovido pelo Núcleo de Mulheres Empreendedoras (Numei) da Associação Empresarial de Içara acontecerá no próximo dia 19 no Rhóis Centro de Eventos com exemplos de destaque em diferentes segmentos. A programação iniciará às 18h com a exposição de empresas, terá talks, sessão de negócios, jantar e também apresentações culturais. Os ingressos já podem ser adquiridos online em https://bit.ly/3NegocioDeMulher. O valor é de R$ 80 ao público em geral ou R$ 250 para a exposição de empresas, neste caso, apenas por mulheres.

“O Negócio de Mulher vem ao encontro da emancipação feminina no mundo do trabalho, traduzindo a importância da produtividade e criatividade das mulheres. Empreender é um conjunto de práticas processuais que envolvem relações, negociações e experiências cumulativas. Portanto, o 3º Negócio de Mulher promete potencializar ainda mais a performance das mulheres no mundo dos negócios, evidenciando para a sociedade o destaque e a maestria que temos. Quando várias mulheres se unem pelo mesmo propósito, suas forças se tornam inabaláveis e seus negócios impulsionam toda economia no entorno”, ressalta a coordenadora do Numei, Rosimeri Vieira.

No palco da terceira edição do Negócio de Mulher estará Vanessa Perin, graduada em Letras, pós-graduada em Coaching Educacional e Oratória, com trabalho focado em Português Corporativo e comunicação para negócios, além de Vanilsa Silvano, mentora de carreira e negócios, consultora empresarial e pioneira no coaching executivo no sul catarinense. “Este é um evento que tem muito forte a premissa de gerar negócios entre mulheres da cidade e, neste ano, também da região. Buscamos segmentos diversificados e trabalharemos a comunicação para criar oportunidades de conectar empreendedoras e criar relacionamentos para demandas atuais ou que eventualmente possam surgir. Será mais uma grande edição!”, acrescenta a presidente da Acii, Tatiana Pavei da Silva.