Nota Oficial contra os PLs que aumentam gastos públicos em Santa Catarina




A Associação Empresarial de Lages – ACIL vem a público manifestar sua contrariedade e indignação com o pacote de projetos do Governo Estadual, poderes que recebem duodécimo e órgãos com autonomia financeira e administrativa, com rápida tramitação e aprovação na Assembleia Legislativa de Santa Catarina – ALESC. São 31 matérias que trazem forte impacto às contas públicas, que criam cargos, secretarias, aumentam salários e concedem gratificações, prejudicando a capacidade de investimento em áreas essenciais para o cidadão.
Uma atitude completamente incondizente com o cenário econômico, especialmente, em um ano em que as empresas ainda estão tentando equilibrar os prejuízos devido a pandemia, famílias ainda sofrem com os danos causados e vários setores da economia ainda amargam os prejuízos devido às restrições.
É inconcebível que no findar de 2021 sejam aprovados projetos desta magnitude, sem uma análise mais profunda dos impactos que vão gerar ao nosso Estado, justamente em um momento que a sociedade clama por redução desta participação. Esperamos que os nossos deputados, o Governo do Estado e os órgãos beneficiados reavaliem a sua posição.

Lages, 21 de dezembro de 2021.

Carlos Eduardo de Liz
Presidente da ACIL