Nossos líderes: entrevista com Mário Cesar dos Santos




Há mais de 30 anos no associativismo, Mário Cesar dos Santos, iniciou sua trajetória como assessor jurídico da diretoria da Associação Empresarial de Itajaí (ACII). Hoje presidente da entidade e empresário da Mário Cesar dos Santos Advogados Associados, assessoria empresarial (Serviços Jurídicos), Mário Cesar continua contribuindo com o associativismo local e estadual. Conheça a seguir um pouco mais deste empreendedor e líder do associativismo catarinense. 

 

O que o motiva a seguir no associativismo?

Mário César: O envolvimento da atividade associativa em favor dos grandes movimentos pelas demandas locais e regionais, a oportunidade do convívio com diferentes segmentos e o relacionamento institucional com dirigentes, empreendedores e equipes.

 

 

Quais as suas principais participações e realizações em projetos relacionados ao associativismo?

Mário César: Tive coparticipação nas atividades de idealização do já tradicional evento “Empresário do Ano”, desde a 1ª edição, quando durante muitos anos fui o cerimonialista;

Idealizador com a Diretoria dos encontros e debates sobre questões da economia local e regional, envolvendo as atividades do porto ligadas ao comércio exterior, e das questões da infraestrutura local e regional para a expansão das atividades econômicas em diferentes áreas industriais e de serviços, especialmente ligadas ao turismo e eventos.

Também participei da realização dos encontros em períodos eleitorais entre candidatos e a classe empresarial (com candidatos a Governador, Deputados, Prefeito e Vereadores);

Assumi a representação dos Importadores e Exportadores junto à Comissões Locais de Facilitação do Comércio – COLFAC, da Receita Federal, no Porto de Itajaí;

Busquei a continuidade da representação empresarial em Conselhos e Órgãos consultivos da administração pública Regional e Municipal, com participação de dirigentes da Entidade ou seus Conselheiros;

Apoiei a equipe administrativa na realização do evento denominado “Case de Negócios”, que está em sua 7º edição.

Intensifiquei a obtenção de patrocínios para eventos promovidos pela Entidade, fortalecendo associados e dando-lhes visibilidade;

Propus a reforma e atualização dos Estatutos Sociais e do Regimento Interno dos Núcleos;

Implementei junto com a Diretoria as reformas da sede da entidade, com layout moderno e acolhedor;

Colaborei com a ampliação da participação da Associação Empresarial em todas as mesas e rodadas de deliberações que afetam a comunidade empresarial, inclusive apoiando consultorias para melhorias de desempenho de trâmites burocráticos e agilidade em processos de interesse da classe empresarial.

Tive participação ativa em audiências públicas, compondo a mesa diretiva para discussões do segmento empresarial, por meio de convite da Câmara de Vereadores de Itajaí;

Apoiei as demais entidades de classe em suas causas e projetos, visando a contribuição associativa para a sociedade;

Apoiei o Projeto de Segurança Pública do nosso Município, com participação do 1º Batalhão de Polícia Militar de Itajaí e Corpo de Bombeiros de Itajaí, Guarda Municipal e Marinha;

 

O que diria para um empresário que ainda não é ligado a uma associação empresarial?

Mário César: Nos encontros dos empresários e empreendedores, quer do segmento comercial, quer do industrial ou da área de serviços, através dos  Núcleos das áreas comuns ou de reuniões intersetoriais,  sempre surgem boas conversas e ideias úteis  para o seu negócio e empreendimento. As experiências vivenciadas nos grupos ajudam a evitar que aconteçam erros ou práticas danosas ao seu negócio. Portanto, vale a pena a experiência do convívio associativo.

 

 Que conselho deixaria para as futuras gerações?

Mário César: Direcione sua energia e entusiasmo criando condições e dando a oportunidade de convívio no meio do segmento empreendedor-empresarial, de onde sempre sairão boas experiências e o necessário dinamismo  para ajudar suas boas iniciativas.