Lideranças tomam posse na ACIJ e reafirmam compromissos do associativismo




Esta segunda-feira, dia 28 de junho, entra para a história da ACIJ como o dia da posse das lideranças que começam novo ciclo de gestão no ano em que a entidade está celebrando 110 anos, completados em fevereiro.
Em seus pronunciamentos, empresários reafirmaram compromissos que norteiam o associativismo, em especial o desenvolvimento econômico e social de Joinville.
Para atender ao limite da capacidade de ocupação determinado pelas autoridades sanitárias, as solenidades de posse foram realizadas em dois momentos.

NÚCLEOS, CONSEP E GESTÃO COMPARTILHADA
Pela manhã, tomaram posse 21 presidentes de Núcleos, presidentes e vices do Conselho dos Núcleos e do CONSEP (Conselho das Entidades Patronais) e 3 coordenadores do programa Gestão Compartilhada.
A presidente do Conselho dos Núcleos, Rose Rogério, falou em nome das novas lideranças dos Núcleos. “Os Núcleos são ambientes em que os empresários trazem desafios e criam soluções conjuntas. A visão de concorrência muda para uma visão de parceria gerando oportunidades para todos”, afirmou.
O presidente do CONSEP, Emerson Zappone, falou pelos sindicatos que integram o Conselho. “O CONSEP tem um papel muito importante, especialmente neste momento que nossa sociedade vive. Vamos reforçar a necessidade do modelo da representatividade, do equilíbrio e do diálogo”, destacou.
O diretor André Daher, coordenador do Gestão Compartilhada, falou pelos integrantes do programa. “O Gestão Compartilhada é a ACIJ fora da ACIJ. Cada região tem suas demandas, que devem ser compartilhadas com a Diretoria para serem tratadas a partir dos canais de diálogo que a entidade tem com o poder público”, observou.
O presidente da ACIJ, Marco Antônio Corsini, destacou realizações nas bandeiras da saúde e da infraestrutura que ficam de legado para a região, como os 83 novos leitos do Hospital São José e os projetos do Eixo de Desenvolvimento Norte. “A ACIJ é o que é graças à participação de cada um de nós e dos times que representamos. É assim que continuaremos atuando: ao lado dos associados e da comunidade, sempre trabalhando por uma economia cada vez mais forte e por uma cidade cada vez mais feliz”, concluiu.

CONSELHOS E DIRETORIA
À noite, tomaram posse 20 integrantes do Conselho Superior, 30 do Conselho Deliberativo, 6 do Conselho Fiscal e 19 da Diretoria.
O presidente da FACISC, Sérgio Rodrigues Alves, fez uma homenagem da Federação às novas lideranças da ACIJ: “Este é um momento especial, em que FACISC com 50 anos e ACIJ com 110 anos estão cada vez mais ativas e superando desafios. Gostaria de destacar esta união entre Federação e Associações Empresariais para trabalharmos juntos pelo desenvolvimento dos associados e pelo bem-estar das comunidades.”
O sócio benemérito Udo Döhler, que presidiu a entidade em cinco gestões, falou em nome dos conselheiros e fez uma reflexão sobre o papel da entidade: “O que é a ACIJ? É um celeiro de talentos. Por isto é forte e representativa. A ACIJ tem sido protagonista pela capacidade de ouvir, de compreender, de dialogar. Aqui exercitamos a boa comunicação e construímos credibilidade. A entidade sempre busca o bem-estar social das pessoas e o desenvolvimento da cidade, como fez recentemente nos projetos do Eixo de Desenvolvimento Norte e no socorro ao município ao ampliar o número de leitos no Hospital São José. Esta é a missão da ACIJ!”
O presidente Marco Antônio Corsini encerrou a sessão solene agradecendo a confiança dos conselheiros e dos associados. “É uma honra e uma enorme responsabilidade receber a missão de presidir a ACIJ por um novo mandato. A Diretoria conta com a parceria de todos para, juntos, trabalharmos fortemente no tripé que levará Joinville a um novo ciclo de desenvolvimento: inovação, investimentos em infraestrutura e as reformas que o nosso Brasil tanto precisa”, concluiu.

LIVRO DOS 110 ANOS
Nas duas agendas, as novas lideranças receberam os primeiros exemplares do livro “ACIJ na História de Joinville – 110 anos de legados econômicos e sociais”. O lançamento da publicação, que faz parte da programação dos 110 anos, foi programado para o dia da posse da nova gestão.
Escrito e editado pelo jornalista e escritor Joel Gehlen e com prefácio do jornalista e historiador Apolinário Ternes, o conteúdo das 272 páginas da publicação relata o quanto as ações lideradas pela ACIJ contribuíram ao longo dos últimos 110 anos para o desenvolvimento da economia e para o bem-estar das pessoas.
Os dois eventos presenciais atenderam aos protocolos de prevenção à pandemia, como ocupação de 25% da capacidade do ambiente, distanciamento, aferição de temperatura, uso de máscara e higienização das mãos com álcool em gel.