Lideranças empresariais, políticas e comunitárias participam da solenidade de posse da ACIJ




A ACIJ realizou na noite desta segunda-feira, dia 27 de junho, seu tradicional jantar. O encontro contou com a participação de cerca de 800 lideranças empresariais, políticas e comunitárias.
A agenda realizada no Joinville Square Garden marcou dois momentos importantes na história da entidade: o encerramento do mandato do presidente Marco Antonio Corsini, gestão marcada por relevantes serviços para associados, economia e comunidade; e a posse da empresária Maria Regina de Loyola Rodrigues Alves – a Margi -, primeira mulher a assumir a presidência da ACIJ.
O evento foi patrocinado por Safra Empresas, Sicredi e FIESC.
O Grupo de Metais e Percussão do Pólo de Produção Musical do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville teve uma participação especial no evento, executando o Hino Nacional na abertura
Durante o evento, a ACIJ recebeu das mãos do prefeito Adriano Silva e da vice-prefeita Rejane Gambin a Medalha do Mérito Princesa Dona Francisca – a maior honraria concedida pelo Município.
A sessão solene foi presidida pelo empresário José Henrique Carneiro de Loyola, que é pai da nova presidente e sócio-benemérito e ex-presidente da ACIJ.
O encontro foi prestigiado por lideranças empresariais como o vice-presidente comercial Safra, Eduardo Dacache, o presidente do Sicredi Norte, Nilton João Floriano, o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, e o presidente da FACISC, Sérgio Rodrigues Alves, que foi presidente da ACIJ e é casado com a nova presidente da entidade.
Além do prefeito de Joinville, Adriano Silva, e da vice-prefeita Rejane Gambin, participaram do evento autoridades como o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli (que representou o governador Carlos Moisés), o desembargador Ricardo Roesler (que representou o Tribunal de Justiça), os senadores Esperidião Amin e Jorginho Melo, os deputados federais Darci de Matos, Ângela Amin Coronel Armando e Caroline De Toni, o deputado estadual Fernando Krelling e o presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, Maurício Peixer.
Em seu pronunciamento, a nova presidente, Maria Regina de Loyola Rodrigues Alves, parabenizou a gestão do antecessor, agradeceu a Medalha Dona Francisca concedida à ACIJ e destacou bandeiras do setor produtivo: “Necessitamos de uma reforma tributária que simplifique e reduza impostos, mas que também desonere a folha de pagamento. Precisamos de uma reforma administrativa que reduza os gastos com a máquina pública para que sobrem mais recursos para os investimentos que tanto precisamos e necessitamos”.
Em seu último pronunciamento como presidente da entidade, o empresário Marco Antonio Corsini fez agradecimentos pela parceria de todos que contribuíram com as realizações de sua gestão, como diretores, conselheiros e colaboradores da ACIJ, além de entidades parceiras, família e poder público. Corsini destacou legados como a entrega de 83 leitos ao Hospital São José e as obras e projetos de infraestrutura do Eixo de Desenvolvimento Norte – realizados em parceria com Governo do Estado e Prefeitura.

MEDALHA DONA FRANCISCA

O prefeito de Joinville, Adriano Silva, e a vice-prefeita Rejane Gambin fizeram a entrega da Medalha do Mérito Princesa Dona Francisca para o presidente que conclui o mandato e a presidente que assume o comando da ACIJ.
“Esse reconhecimento é nossa forma de agradecer todo o empenho da ACIJ para o desenvolvimento de Joinville”, afirmou Adriano.
Durante o período mais crítico da pandemia, a ACIJ colaborou com a cidade para o enfrentamento da covid-19.
O apoio incluiu a reforma e a ampliação de leitos no Hospital Municipal São José, a doação de respiradores e equipamentos de proteção individuais e a implantação de uma rede de gases, que permitiu que a Unidade de Pronto-Atendimento Leste fosse transformada em um Hospital de Campanha, preservando a vida de centenas de joinvilenses.
“Nos comprometemos a honrar essa medalha e fazer com que esse orgulho se reflita diariamente nas ações da ACIJ”, destacou a presidente Margi.
A história da ACIJ está diretamente ligada com o crescimento e a evolução de Joinville, enfrentando junto com a cidade momentos de resiliência e conquistas. A capacidade de apoio e a articulação sempre fizeram parte das ações desenvolvidas pela entidade desde a fundação, em 16 de fevereiro de 1911.
“Nossa centenária entidade está muito honrada com esta homenagem, que celebra a nossa história e a relação com a cidade”, complementou Corsini.
A Medalha do Mérito Princesa Dona Francisca foi instituída por meio da Lei Municipal 4.060 de 1999. O título tem como objetivo homenagear pessoas ou instituições que se distinguiram de forma notável ou relevante, contribuindo direta ou indiretamente para engrandecimento e distinção do município de Joinville.