Facisc comemora 49 anos com efetividade nas ações em meio à pandemia




A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) comemora nesta sexta-feira, 26/6, seus 49 anos de fundação. A entidade reúne mais de 34 mil empresas e 148 associações empresariais em Santa Catarina, e entre suas maiores lutas, está a geração de empregos e renda no estado. É o maior hub empresarial catarinense e tem com o objetivo distribuir e integrar os diversos atores e conceitos do ambiente empresarial. “HUB é conexão e na Facisc temos isso na prática. Integramos ideias, soluções, talentos, resultados, empresários, oportunidades, conhecimento, propósitos e muito mais”, ressalta o presidente da Federação, Jonny Zulauf.

A Facisc é uma das maiores entidades que atuam com o associativismo em Santa Catarina. “Precisamos mais do que nunca, em um momento tão delicado, darmos as mãos e trabalharmos em conjunto, sem bandeira, sem partido, sem vaidades, pois toda a população está sendo muito afetada, e logo podermos retomar o desenvolvimento econômico”, destaca Zulauf. Todo este espírito de retomada que a Federação criou foi traduzido na campanha Em Frente SC e está disponível no site EmFrenteSC.com.br que reúne conteúdo para acelerar a retomada. Além disso, a Federação dá suporte às associações na produção de conteúdo.

A Federação atua desde o início da pandemia com ações para apoiar associações e empresários e criou um comitê de Gestão de Crise, para tratar de todos os assuntos relacionados aos impactos do coronavírus na sociedade catarinense. “A criação desse Comitê tem sido de fundamental importância para o atendimento e esclarecimento às nossas ACIs e também as empresas associadas. Estamos atuando remotamente com a maior eficiência possível, e ficaremos em Comitê até a situação melhorar”, destaca o superintendente institucional, Gilson Zimmermann. Além disso, disponibilizou um Guia de Gestão de Crise, para articulação e tomada de decisão dos líderes das entidades do Sistema FACISC.

Entre muitas ações realizadas no período de quarentena, a Federação atua sempre em prol da retomada de maneira segura e eficaz, tanto para a saúde da população, quanto para a economia. A articulação da entidade junto aos governos estadual e federal para adotar medidas emergenciais para a classe empresarial no estado, e junto à frente parlamentar, senadores, governador, prefeitos, é um dos papeis mais importantes que a entidade vem desenvolvendo. Um dos destaques foi o documento enviado aos Secretários da Fazenda, da Administração e a Defesa Civil, em conjunto com a FCDL/SC e a Fecomércio/SC, apontando alguns itens a serem apreciados para a retomada das atividades, como por exemplo , a garantia de liberdade e segurança para as atividades do varejo funcionarem e a liberação para a abertura das atividades, atendendo as recomendações a serem definidas pelas autoridades de saúde e vigilância sanitária.

Também foram promovidos eventos virtuais com conteúdos relevantes e orientação de especialistas nos mais diversos segmentos, de economia à inteligência emocional, atendimento amplo, diário e virtual com os assessores jurídicos da Federação, além dos conteúdos produzidos pelas associações empresariais que também foram divulgados pela Federação. A Facisc também atua na preparação e divulgação de materiais informativos, a busca de medidas efetivas para auxiliar os empresários e a atualização constante com informações oficiais. Todas as ações e conteúdos gerados pelo Comitê estão disponíveis no portal da entidade, no endereço facisc.org.br/coronavirus. E também podem ser acompanhados pelas redes sociais da Federação (instagram, facebook, linkedin, twitter e youtube) e nos grupos de whatsapp informativos criados para agilizar a comunicação neste momento.

Entre as estratégias de atendimento e enfrentamento aos impactos da pandemia, todas as áreas da Federação também estão em regime especial de atendimento, seja da sede da entidade ou em home-office, para dar o suporte as associações e empresários, inclusive nas Soluções Empresariais. Falando em soluções, foram lançadas oito alternativas que ajudam o empresário a acelerar a retomada com qualidade e segurança nas negociações, entre elas, a campanha Descomplique a Retomada, e o Útil Social, uma modalidade do cartão da Facisc, que permite auxiliar na distribuição de itens de primeira necessidade aos afetados pela crise, além de serviços da Boa Vista SCPC e Certificado Digital.

O presidente da Federação também está participando ativamente do Comitê Econômico do Governo e atuando em conjunto com outras entidades empresariais, via Conselho das Entidades Empresariais (Cofem).

Uma das maiores dúvidas dos empresários foi em relação ao acesso ao crédito. Por conta disso, a Facisc vem atuando na disseminação de informações. Além disso, criou pacote de medidas financeiras para auxílio no fluxo de caixa de suas afiliadas, realizou uma série de estudo econômicos, lançou a Campanha Em Frente SC e formou parceria com o Instituto Mix para realização de cursos para enfrentamento do coronavírus. Outra ação realizada foi o pedido de liminar para prorrogação do pagamento de tributos estaduais.

Quando o tema é sustentabilidade, a Federação atua fortemente nesta área, tanto em ações internas até a disseminação das informações dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). A Facisc lançou neste período o seu Relatório de Sustentabilidade que contém ações realizadas pela entidade.

 História

No começo da década de 70, a economia de Santa Catarina, e de todo o país, passava por um momento extremamente positivo. O período, que ficou conhecido como milagre brasileiro, foi marcado por um crescimento sem igual na história do país, e, além disso, a conquista do tricampeonato de futebol na Copa do Mundo do México ajudava a manter um cenário de otimismo na sociedade e nas atividades produtivas. Em meio a esse cenário, no dia 26 de junho de 1971, nascia em Florianópolis a Federação das Associações Comerciais e Industriais de Santa Catarina, FACISC. A reunião foi coordenada pelo então presidente da ACIF, Associação Comercial e Industrial de Florianópolis, Ody Varella e teve a participação das Associações de Florianópolis, Blumenau, Joinville, Itajaí, São Bento do Sul, Caçador, Laguna, Criciúma, São Francisco do Sul, Tubarão e Rio do Sul, onde o tema central da discussão foi a criação da entidade.

Ao longo desses 49 anos, a Facisc atua na defesa da classe empresarial de Santa Catarina, na interlocução juntos aos poderes legislativo e executivo, pela redução da máquina pública e da carga tributária, além de ter como bandeira o desenvolvimento econômico sustentável. Em 1991, nasce em Joinville, Blumenau e Brusque, o Programa Empreender, que reúne empresas em núcleos, visa o fortalecimento das micro e pequenas empresas e é um dos grandes destaques da Federação, realizado em parceria com o Sebrae/SC.