Contorno Viário Leste é pauta de encontro entre prefeitos e empresários na ACISLO




A convite da Associação Empresarial e Cultural de São Lourenço do Oeste (Acislo), os prefeitos de Vitorino e São Lourenço do Oeste, Marciano Vottri e Rafael Caleffi, respectivamente, participaram de uma conversa com empresários lourencianos. O encontro, realizado na tarde desta quinta-feira (1°), na sede da associação, também reuniu membros da equipe técnica do governo vitorinense. O cerne da discussão foi o Contorno Viário Leste, o qual liga os dois municípios.

Vottri e equipe apresentaram em detalhes o desenho do projeto vitorinense, sobretudo a ligação com a rodovia BR-158, ponto que gerava dúvidas no empresariado. Segundo o Executivo, a conecção efetiva do contorno com a rodovia será feita por meio da instalação de um trevo. Ele explica que o projeto prevê um trevo com uma confluência grande, numa região de visibilidade, o qual deve aproveitar o fluxo já existente da rodovia. Ele garante que se trata de um equipamento funcional, com faixas de aceleração e desaceleração, com contornos modernos e que permite a atualização da rodovia no futuro.

Questionado sobre prazos e execução, o prefeito vitorinense disse que não tem condições, no momento, de adiantar algo. “Acredito que vai ser tranquilo”, informou dizendo que os recursos, cerca de R$ 10 milhões, estão assegurados no plano de governo e no orçamento de 2023 do Estado. Outra questão que precisa ser superada é em relação as indenizações. Conforme o prefeito, a ideia é que os proprietários façam a doação, sem processos de indenização. São dois proprietários e o diálogo está em curso.

Do lado catarinense, que possui uma extensão de 6.145,26 metros e vai receber investimento na ordem R$ 30.436.489,08 por meio de repasses do governo do Estado, a informação é de que a obra – que estava paralisada desde setembro devido a um embargo do Instituto do Meio Ambiente (IMA) – foi retomada. Foram 57 dias de paralização, pois faltava alguns documentos, entre eles um estudo de fauna. Caleffi foi quem confirmou a informação. “O IMA foi parceiro”, disse o prefeito lourenciano se referindo a celeridade na análise da documentação. A previsão inicial é que a obra seja entregue no final de 2023. O prazo paralisado deve ser acrescido ao que está previsto em contrato.

Outras tratativas

Além de discutir e conhecer os pormenores do projeto do contorno, o encontro permitiu o alinhamento entre os dois governos e a associação em relação a outra situação de comum interesse: a implementação de terceiras faixas no trecho da PR-158, perímetro entre Vitorino e São Lourenço do Oeste. A sugestão, apontada por Caleffi, é que Acislo, através do empresariado, viabilize a elaboração do projeto. Ambos os prefeitos entendem que com o projeto fica mais fácil pleitear os recursos necessários.