Aeroporto de Correia Pinto e Hospital Tereza Ramos estiveram em pauta na reunião da ACIL




Infraestrutura, segurança e saúde foram os principais assuntos tratados pelo subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli, na reunião da diretoria da Associação Empresarial de Lages realizada na noite desta segunda feira, 31 de maio.
Chiodelli fez um breve relato sobre as ações do Governo do Estado que, encerrou o ano de 2020 com um superávit de R$ 1,8 bilhões, e com isso, está conseguindo realizar investimentos em todas as regiões de Santa Catarina com recursos próprios. Ele destacou a renovação de toda a frota da Segurança Pública com um investimento de R$ 343 milhões; R$ 327 milhões em bolsas universitárias; licitação para pavimentação da Serra do Corvo Branco, uma obra de R$ 40,8 milhões; programação de pagamento em junho de R$ 20 milhões em emendas impositivas, que serão destinados aos municípios da Amures.
De acordo com o subchefe da Casa Civil, a pauta prioritária para o Governo do Estado é a entrega do novo prédio do Hospital Tereza Ramos. “Na última sexta feira (28), o secretário de Saúde, André Motta Ribeiro, esteve em Lages a pedido do Governador Moisés, para fazer um levantamento de todos os pontos para poder abrir as alas o mais rápido possível”, destacou. Com relação ao enfrentamento da pandemia da Covid-19, Chiodelli salientou que hoje o maior problema está no cumprimento das regras e reforçou que o Governador não quer fechar nenhum setor. “Nós temos a melhor economia do Brasil e a gente quer manter isso com uma economia regrada e não com fechamento. Mas é preciso que todos sigam as regras, pois a pandemia só vai sumir através da vacinação”, falou.
Sobre o Aeroporto Regional do Planalto Serrano, em Correia Pinto, Chiodelli reforçou que está tudo encaminhado para iniciar os voos em setembro, conforme anunciado pela Azul Linhas Aéreas. Estão em andamento a implantação da homologação do serviço de trafego aéreo – ETA, realocação do sistema PAPI primário, conclusão da obra de acesso viário e sinalização horizontal do estacionamento de veículos, iluminação do acesso viário e estacionamento de veículos, implantação das vias de serviço e vigilância, do sistema indicador de aproximação visual – PAPI secundário, do sistema CFTV.
Com relação a projetos para desenvolver a região, Chiodelli ressaltou a importância de identificar boas demandas que beneficiem a sociedade como um todo. E reafirmou o compromisso do Governo do Estado com a Serra Catarinense.