ACIX encaminha ofícios solicitando a retomada dos voos entre Chapecó e Florianópolis




Associações do Grande Oeste participaram na manhã de quarta-feira (31), de uma audiência pública virtual promovida pelas comissões de Finanças e Tributação e de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catariana (ALESC), para debater a suspensão dos voos diretos entre Chapecó e Florianópolis pela companhia aérea Azul, que ocorre desde o dia 20 de março.

A redução de ICMS sobre a querosene usada na aviação e sobre o transporte de cargas e a isenção total de tributos em caráter emergencial foram os principais encaminhamentos da audiência.

Recentemente a Facisc enviou ofício assinado pelos três vice-presidentes do Grande Oeste, ao presidente da empresa Azul que se comprometeu em retornar os voos em maio, porém a Federação entende que o governo deve subsidiar e ao conceder incentivos, exigindo contrapartida das empresas e que não suspendam os voos.

Diante da importância da manutenção dos voos entre Chapecó e Florianópolis, a ACIX, também encaminhou ofícios ao então Governador Carlos Moisés e a deputada Marlene Fengler, representante da Bancada do Oeste, solicitando a adoção de medidas que permitam a continuidade dos voos, seja com a empresa Azul, que vinha operando, ou ainda a ampliação das empresas disponíveis para a operação.

O aeroporto de Chapecó atende cerca de 330 municípios do Noroeste do Rio Grande do Sul, Oeste e Extremo Oeste de Santa Catarina e Sudoeste do Paraná. E está a cerca de 500km de distância das principais capitais do Sul.

Em ofício enviado a ACIX pontua que o cancelamento dos voos diretos desta linha, trará sérios prejuízos aos empresários que utilizam o serviço aéreo para tratar de negócios, seja em nível estadual ou mundial.

O ofício foi encaminhado em nome de todos os associados ACIX e classe empresarial xanxereense