Acislo comemora 38 anos de associativismo em São Lourenço do Oeste




A Associação Empresarial e Cultural de São Lourenço do Oeste (Acislo) completou, no domingo (6), 38 anos de atividade no município. Hoje a entidade representa os interesses de 538 empresas dos setores da indústria, comércio e prestação de serviço. Neste período, a associação foi protagonista em importantes conquistas. Entre elas, destaque para a viabilidade do Corpo de Bombeiros, Senai, Fundação da Extracredi, Feal, Telefonia Móvel, manutenção de nove vereadores no Legislativo, Inspetoria do Crea, projeto do Poente Hotel e recuperação da rodovia SC-157.

Segundo o presidente da Acislo, Deni Luciano Boito, o momento é de comemoração, mas principalmente de agradecimento e reconhecimento dos que acreditaram no associativismo. “Precisamos fazer uma deferência especial aos empresários que idealizaram a associação e a todas as diretorias que, cada uma na sua época, deram suas contribuições”. Segundo ele, cada presidente que esteve à frente da associação impôs o seu perfil, mas nunca esqueceu ou perdeu a essência da entidade, que é lutar pelos interesses do empresariado e o desenvolvimento do município.

Ao comparar a Acislo de hoje com a de 1983, quando foi criada, Boito afirma que atualmente a condução é mais leve, pois há, por exemplo, uma equipe profissional e uma federação que dá suporte. “No passado era a diretoria que fazia tudo. Precisava, por exemplo, organizar os eventos, vender ingressos e visitar associados. Foi um trabalho duro, mas fundamental para que a Acislo e o município chegassem onde estão”, comemora.

Questionado sobre o futuro, o presidente da associação acredita num crescimento ainda maior pela frente. Ele justifica o posicionamento lembrando que a entidade, pela forma que foi e está sendo conduzida, se tornou uma referência dentro do Estado. “É um trabalho focado no desenvolvimento do empresariado e na preservação do associativismo. Como eu sempre falo, a Acislo é diferenciada”, opina.

Boito atribui o sucesso da associação ao envolvimento, representatividade e posicionamento em questões de interesse público e do empresariado. Avaliando o que foi e o que está sendo feito, ele crava: “É uma entidade coesa, onde a união dos empresários garante o fortalecimento e a perenidade do associativismo”.

Comemoração

Segundo o presidente, a pandemia – que impede a realização de um ato festivo com a presença dos associados – não diminui o brilho data. “É nesses momentos de dificuldades que a gente consegue perceber que a entidade é importante e contribuiu com o desenvolvimento das empresas. A responsabilidade cresce ainda mais, mas mantemos o foco na defesa dos interesses dos empresários, na busca pelo desenvolvimento e no planejamento do futuro”, conclui.

Presidentes e gestões

Olivir Grobe – gestão 1983/1985

Alézio Gervásio Fin – gestão 1985/1987

Ângelo Fantin – gestão 1987/1989

Nivaldo Luiz Lazaron – gestão 1989/1991

Jandir Pedro Pressoto – gestão 1991/1993

Flávio Echer – gestão Julho a novembro de 1993

Pedro Martini – gestão 1993/1995

Cairu Hack – gestão 1995/1997

Célio Armando Janczeski – gestão 1997/1999

Nivaldo Lazaron Junior – gestão 1999/2001

Blademir Suzin – gestão 2001/2003

Ernesto João Reck – gestão 2003/2005

Joacir Angheben – gestão 2005/2007

Daniel Francisco Lazaron – gestão 2007/2009

Rodrigo Costa – gestão 2009/2011

Roberto Casagrande – gestão 2011/2013

Jandir Bortoluzzi – 2013/2015

Aldo Luiz Pan – 2015/2017

Márcio Nierotka – 2017/2019

Deni Luciano Boito – 2019/2021

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Acislo