Acislo cobra informações sobre o processo de construção do novo Fórum de SLO




Atendendo a manifestações de associados e por entender que a construção do novo Fórum da Comarca de São Lourenço do Oeste é indispensável para o desenvolvimento do município e da região, a Associação Empresarial e Cultural de São Lourenço do Oeste (Acislo) oficiou, na segunda-feira (4), o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). No documento, a entidade pediu informações sobre o processo de elaboração dos projetos e a previsão para o início da obra.

Em resposta, nesta quarta-feira (6), a assessoria técnica do TJSC informou que a elaboração dos projetos está sob responsabilidade da empresa Toposolo Engenharia e Topografia S.S., detentora de contrato celebrado com o TJSC em janeiro de 2019. Explicou ainda que, de acordo com aquele instrumento contratual, havia um prazo de oito meses para desenvolvimento dos projetos, sem considerar o tempo de análise da equipe da Divisão de Projetos/DEA/TJSC.

Segundo a assessoria técnica, o objeto do contrato está dividido em quatro etapas, sendo que as três primeiras foram recebidas a contento. Contudo, a empresa apresentou dificuldades de desenvolver a última etapa, denominada “projeto executivo”, cuja entrega inclui a elaboração do orçamento da obra.

Por conta disso, a informação é de que a Diretoria de Engenharia e Arquitetura (DEA) do TJSC, através da divisão de projetos, irá assumir a conclusão da etapa quatro – elaboração das planilhas de composições unitárias e orçamentária.

A partir disso, o TJSC estima que a conclusão do material e envio dos projetos à licitação, para contratação de empresa que irá executar as obras, ocorra no primeiro semestre de 2022. Com isso, projeta-se o início das obras para o primeiro semestre de 2023.

A Acislo reitera o compromisso com a sociedade e seus associados e lembra que manterá contato com o TJSC no intuito de acompanhar o andamento do processo e início das obras.

Fonte: Assessoria de Comunicação Acislo