ACIOC realiza sensibilização sobre as obras do Aeroporto Santa Terezinha




A Associação Comercial e Industrial do Oeste Catarinense (ACIOC), reuniu na manhã de quinta-feira (30), no Centro de Inovação Inovale, diretores e conselheiros da entidade, empresários, prefeitos e demais lideranças de Joaçaba e região para tratar das obras do aeroporto Santa Terezinha. Na oportunidade, o superintendente de Desenvolvimento Econômico e gestor do aeroporto, Eglon Buraseska, apresentou detalhes sobre o andamento das obras e comentou que a previsão para início do tráfego geral de aeronaves no local é 30 de novembro.

“Toda a pavimentação já foi concluída inclusive com o feitio de ranhuras que dão mais segurança para as operações de pouso em dias de chuva. Estamos iniciando a parte da pintura e o próximo passo é a chegada dos equipamentos de auxílio à navegação como: balizamento luminoso e PAPIS (que dão o ângulo de descida para os comandantes). Em paralelo, está sendo realizado o cercamento padrão do aeroporto”, explicou Eglon.

Eglon explicou ainda, que juntamente com as obras estão sendo realizadas tratativas com empresas aéreas visando a operação de voos regulares, mas ainda não há uma definição. Uma outra obra que ocorrerá no local é a reforma do terminal de passageiros.

O funcionamento do aeroporto irá impactar cerca de 800 mil pessoas. O presidente da ACIOC, Diego Henrique Silva, ressalta que associação acompanha essa e outras demandas regionais e que apesar do aeroporto estar localizado em Joaçaba ele é da região e por isso é fundamental que todos entendam que o aeroporto não é apenas para a classe “A” ou “B” e que pode funcionar para saúde, educação e outros serviços, beneficiando todos os municípios próximos.

“Buscamos unir esforços para que de fato o aeroporto opere em Joaçaba, sendo um ponto estratégico para as demais cidades. Se conseguirmos colocá-lo em funcionamento e utilizar todo o potencial que terá, fomentaremos o progresso” destacou Diego.

Sobre o aeroporto

No total serão investidos R$ 16,3 milhões para a reforma e ampliação da pista de pouso e decolagem e do pátio. Também está incluso um amplo serviço de drenagem e melhorias aos auxílios à navegação, incluindo balizamento, faróis rotativos e birutas do aeroporto.