Núcleo de Jovens Empresários da ACIC promove Feirão do Imposto




O Brasil possui uma das cargas tributárias mais elevadas do mundo. Empresas e trabalhadores deixam cerca de 30% da renda com os governos em forma de tributos. Embora o cidadão brasileiro pague muitos impostos, a contrapartida dos governos não é na mesma proporção: os governos arrecadam muito e devolvem para a população serviços públicos, como educação e saúde, principalmente, de má qualidade.

            Para conscientizar a população sobre a elevada carga tributária nacional, o Núcleo de Jovens Empresários (NJE) da Associação Empresarial e Comercial de Chapecó (ACIC) promove, neste sábado (27), o Feirão do Imposto. A programação inicia às 9 horas, em frente da ACIC, na avenida Getúlio Vargas, com a Carreata Tributária, que percorrerá as ruas da cidade para chamar a atenção e mostrar a importância da transparência fiscal e a necessidade de uma reforma tributária.

            Às 10 horas, em frente à ACIC, será inaugurado o Impostômetro, uma ferramenta para manter os cidadãos atualizados sobre o montante de impostos pagos. Também haverá distribuição de material educativo.

Para promover a conscientização sobre o tema e explanar sobre a alta carga tributária do Brasil, a ACIC e o NJE também promovem, nesta quinta-feira (25), às 19 horas, na Cantina Cesec, o Talk Sobre a Reforma Tributária, com participação de especialistas que vão expor sobre o sistema tributário e sobre os projetos de reforma tributária que tramitam atualmente no Congresso Nacional.

            Neste ano, o NJE também promove o projeto Cidadania nas Escolas, com palestras para estudantes sobre o sistema tributário no país. Foram realizados encontros na E.E.B. Bom Pastor e na E.E.B. Lara Ribas. Nesta semana, o Colégio Exponencial receberá os integrantes do Núcleo.

“São várias ações que buscam conscientizar as pessoas sobre a carga tributária e a necessidade de uma reforma que modernize a arrecadação de tributos. Ter um sistema tributário eficiente é fundamental para aumentar a competitividade das empresas e, assim, acelerar o ritmo de crescimento econômico do Brasil, gerando emprego e renda para a população”, enfatiza o coordenador do Feirão do Imposto, nucleado Renan Luis Roth.

            Além de conscientizar as pessoas sobre a complexidade e a alta carga tributária, o Feirão do Imposto busca unir forças para cobrar a reforma tributária. “Queremos sensibilizar sobre o quanto pagam de impostos e a necessidade de apoio a uma reforma tributária que atenda as expectativas dos consumidores, trabalhadores e empresários”, acrescenta Roth.

            No Brasil, existem aproximadamente 90 tipos de tributos de competência federal, estadual e municipal. Um estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) mostrou que, em média, são editadas 813 normas por dia útil. A legislação brasileira é confusa, complexa e de difícil interpretação.