ACIC Chapecó alinha ações com representantes de Conselhos




   Criar sinergia para que o trabalho seja mais efetivo e gere mais resultado. Esse foi o objetivo da reunião da diretoria da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) com os representantes da entidade nos Conselhos Municipais. O encontro on-line ocorreu nesta terça-feira (06) com participação dos conselheiros, do presidente Nelson Eiji Akimoto e do diretor de relações institucionais Robert Otto.

A ACIC possui cadeiras em mais de 30 Conselhos, entre eles em universidades; nos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Econômico, de Turismo, de Meio Ambiente e de Ciência, Tecnologia e Inovação; no Fórum de Resíduos Sólidos de Chapecó; no Conselho da Comunidade da Comarca de Chapecó; no Conselho Municipal de Defesa do Consumidor; na Fundação Científica e Tecnológica em Energias Renováveis (FCTER); no Verde Vida; na Credioeste e na Garanteoeste.

Na reunião, foram apresentadas ações da ACIC e os conselheiros relataram a atuação de cada entidade para alinhar propósitos e medidas de interesse da classe empresarial e da comunidade. Otto salientou que a ACIC quer ser um canal aberto com os conselheiros. “Queremos ouvir e entender como podemos ajudar cada um para que tanto sua atuação quanto o trabalho do Conselho sejam mais efetivos. Temos uma equipe eficiente e uma assessoria jurídica que pode auxiliar no debate e nas decisões de assuntos importantes. Também manteremos contato frequente com os conselheiros para entender o que acontece nos Conselhos e, se necessário, contribuir”.

            A ACIC está desenvolvendo um calendário de reuniões dos Conselhos para poder acompanhar de maneira mais eficiente as pautas discutidas. “O grande objetivo é somar forças, sendo mais efetivo, ganhando mais representatividade em toda a comunidades”, enfatizou Otto.

            O presidente da ACIC frisou que a entidade possui forte e ampla atuação na sociedade, com ações da diretoria e com a participação nos Conselhos. “Queremos tornar a Associação cada vez mais representativa para o setor produtivo e também para a comunidade em geral. Para isso, a participação das pessoas é fundamental. Temos os conselheiros, a diretoria e a equipe interna que estão muito engajados nesse trabalho. Os Conselhos são muito importantes porque seus integrantes, incluindo os representantes da ACIC, têm influência e ajudam a desenvolver o município”.

            Akimoto também relatou algumas ações promovidas pela ACIC, entre elas o constante acompanhamento da situação da pandemia e as demandas para Chapecó. Entre elas, ações para que sejam retomados imediatamente os voos diretos para Florianópolis e a arrecadação de recursos para auxiliar os sistemas de saúde no atendimento aos casos de covid-19. “As entidades empresariais arrecadaram mais de R$ 2 milhões para compra de equipamentos, medicação e contratação de profissionais. Apesar dos números terem diminuído, o momento ainda exige cautela. É necessário manter os cuidados para o enfrentamento do novo coronavírus: utilização correta de máscara, distanciamento social e higienização das mãos e dos ambientes. O momento é de atenção para preservamos vidas e para que a economia não sofra ainda mais”, realçou.

Otto agradeceu a todos os voluntários e enfatizou que os conselheiros representam a ACIC e precisam assumir desafios. “É importante que atuem fortemente, sugerindo, sendo provocativos. A entidade oferece suporte para o que precisarem e apoio para o desenvolvimento de projetos que contribuam com a classe empresarial e com a comunidade chapecoense e regional. Precisamos ser propulsores de mudanças e ficarmos atentos em prover o melhor para a comunidade”, concluiu.